Greve Climática Estudantil de Viseu
Ler Mais

O que fazer diante do colapso?

A emergência é o fim (e o princípio) que justifica todos os meios. E nem a democracia se safa. Foi isso que nos disseram os ativistas da Climáximo no seu happening no debate da RTP enquanto…
minhoca-terra-natureza

Fascismo inorgânico e a ascensão da extrema-direita

No programa “Mundo sem muros” pude ouvir o jornalista Miguel Szymanski partilhar da sua justíssima indignação com o facto de uma professora da sua filha (creio que de onze anos) a ter admoestado por a ter surpreendido a falar com uma sua amiga em alemão quando, na lógica primata da professora, em Portugal se deve falar em português.
desejos

Dois mil e vinte e quatro desejos

Que o campo social das ruas nunca se esqueça que a construção de 2024 começa em cada grito de protesto, que não queremos apenas tapar crises imediatas, mas também desafiar as raízes estruturais que nos trouxeram a este cenário (Texto de Esquerda.net)
jornal Bloco de Esquerda - Legislativas 2024

Um partido, um programa, uma visão do mundo

Nesta comunidade simultaneamente histórica e imaginária que é “o país” os programas eleitorais que a grande maioria dos partidos – honra feita ao Bloco de Esquerda — se escusou a apresentar antes dos debates é muito mais que o resultado do seu respetivo posicionamento ideológico.
Greve Climática Estudantil de Viseu

O que fazer diante do colapso?

A emergência é o fim (e o princípio) que justifica todos os meios. E nem a democracia se safa. Foi isso que nos disseram os ativistas da Climáximo no seu happening no debate da RTP enquanto começava o debate entre os líderes das forças com representação parlamentar.
minhoca-terra-natureza

Fascismo inorgânico e a ascensão da extrema-direita

No programa “Mundo sem muros” pude ouvir o jornalista Miguel Szymanski partilhar da sua justíssima indignação com o facto de uma professora da sua filha (creio que de onze anos) a ter admoestado por a ter surpreendido a falar com uma sua amiga em alemão quando, na lógica primata da professora, em Portugal se deve falar em português.
desejos

Dois mil e vinte e quatro desejos

Que o campo social das ruas nunca se esqueça que a construção de 2024 começa em cada grito de protesto, que não queremos apenas tapar crises imediatas, mas também desafiar as raízes estruturais que nos trouxeram a este cenário (Texto de Esquerda.net)
jornal Bloco de Esquerda - Legislativas 2024

Um partido, um programa, uma visão do mundo

Nesta comunidade simultaneamente histórica e imaginária que é “o país” os programas eleitorais que a grande maioria dos partidos – honra feita ao Bloco de Esquerda — se escusou a apresentar antes dos debates é muito mais que o resultado do seu respetivo posicionamento ideológico.

Cronistas

Skip to content