Cabanas de Viriato: População sai à rua para exigir mais profissionais de saúde

A unidade de saúde desta vila esteve encerrada até hoje. População denuncia falta de médicos e problemas com a marcação de consultas, tal como temem o encerramento definitivo desta estrutura que foi requalificada recentemente. 
Protesto em Cabanas | 15 de dezembro de 2021 | Foto de Laceiras Tradicional – Facebook

A unidade de saúde desta vila esteve encerrada até hoje. População denuncia falta de médicos e problemas com a marcação de consultas, tal como temem o encerramento definitivo desta estrutura que foi requalificada recentemente. 

Uma centena de pessoas juntou-se à porta da extensão de saúde de Cabanas de Viriato, concelho de Carregal do Sal, esta quarta-feira, para exigir mais profissionais de saúde, nomeadamente médicos, de acordo com o Jornal do Centro

A unidade de saúde abriu esta quarta-feira depois de ter estado encerrada, mas este facto não acalmou os utentes que temem um fecho definitivo. Para além da falta de médicos, a população queixa-se de problemas com a marcação de consultas e da obrigação de se deslocarem ao centro de saúde da sede do concelho, que fica a seis quilómetros. 

Lembramos que esta extensão de saúde foi requalificada em 2018, após também ter sido encerrada durante 20 dias. Inclusive, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda, nesse ano, questionou o Ministério da Saúde sobre este facto, alertando que “é fundamental garantir o direito das populações a acederem aos cuidados de saúde de que necessitam e aos quais têm direito”. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Related Posts
Skip to content