Foto por Phil Richards from London, UK - 09.11.93 Tua 9028, CC BY-SA 2.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=26697011

Foram resgatadas 4 carruagens para restauro nas oficinas de reparação de comboios históricos e carruagens da CP. As carruagens Napolitanas, porque foram construídas em Nápoles, com cerca de 90 anos, foram abandonadas há 20 anos na desativada linha do Tua.

O objetivo é que a partir de maio, as quatro carruagens, alvo de um investimento para recuperação de 200 mil euros, se juntem à oferta do comboio turístico do Vouguinha, segundo notícias no Porto Canal.  

José Carlos Barbosa, Diretor de Manutenção e Engenharia da CP, explicou ao canal que “o Governo em julho de 2019 aprovou um plano de recuperação de material circulante da CP que consistia em recuperar vário material que estava abandonado e colocar rapidamente, injetar rapidamente na rede. O primeiro objetivo era diminuir as supressões, depois há um conjunto de material circulante histórico, de elevado valor patrimonial e histórico que estava abandonado e que estamos a recuperar, que é o caso destas carruagens.”

 

Comboio histórico na Linha do Douro faz serviço regular e tem gerado descontentamento

O MiraDouro, comboio histórico, voltou a assegurar a ligação entre o Porto e o Pocinho. Formado por locomotiva e carruagens Schindler, produzidas na década de 40 pela fabricante suíça Schindler, pintadas de vermelho e branco e com janelas amplas e panorâmicas.

No entanto, o material circulante de natureza turística tem também efetuado serviços regulares, deixando as populações e os próprios trabalhadores, que fazem viagens regulares na Linha do Douro, com condições insatisfatórias para o fazer. Alguns dos problemas relatados incluíam questões de climatização e de segurança.

 

Os Escravos do Vale do Tua

Comboio histórico liga novamente o Porto ao Pocinho

 

 

Deixe o seu comentário

Skip to content