A candidata a Presidente da Câmara de Castelo Branco pelo Bloco de Esquerda, Margarida Paredes, lança esta quinta-feira, 22 de julho, às 18:00 horas, na Biblioteca Municipal de Castelo Branco, o livro “ESQUECE, Escrever o Colonialismo em Angola”

A publicação, edição da Colibri, é uma metaficção historiográfica sobre o fim do Império Colonial em Angola. Uma obra ficcionada sobre a colonização portuguesa, através da biografia de uma “negrinha de criação” que cresceu numa família de brancos em Luanda. 

As “negrinhas de criação” tratavam-se de crianças negras que brincavam e cuidavam de crianças “brancas” com a mesma idade. A narradora e protagonista é uma mulher negra que revisita a sua história de vida no fim do Império.

ESQUECE conta com posfácio da Professora Doutora Inocência Mata, docente da Faculdade de Letras em Lisboa, e é apresentado pela editora Elsa Ligeiro da Alma Azul. 

Margarida Paredes é Antropóloga e Escritora, Licenciada em Estudos Africanos pela Faculdade de Letras de Lisboa e Doutorada em Antropologia pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. Foi Investigadora e Professora convidada da UFBA (Universidade Federal da Bahia em Salvador).

Deixe o seu comentário

Skip to content