No no âmbito das Jornadas Europeias de Arqueologia 2020, em parceria com o INRAP (Instituto Nacional de Pesquisas Arqueológicas Preventivas, em França), a Associação de História e Arqueologia de Sabrosa (AHAS) promove várias iniciativas de sexta a domingo.

As iniciativas são diversas, desde oficinas à projeção de um filme, e relacionam-se com as escavações arqueológicas da Necrópole das Touças, a decorrer em junho, julho e agosto.

A AHAS, segundo informação própria, tem como objetivo a promoção do estudo e divulgação do património histórico, arqueológico e natural do concelho de Sabrosa, incentivando o “intercâmbio cultural, científico, histórico, arqueológico e educativo entre entidades nacionais e internacionais” e desenvolvendo “atividades de âmbito científico nas áreas da arqueologia, história, antropologia, dendrocronologia, ambiente e território, etnografia, educação e turismo cultural”.

Para tal, desenvolve atividades no âmbito editorial, eventos científicos e culturais, atividades museográficas e ações de formação e divulgação. A ideia geral que pretende transmitir é “a arqueologia e a história não apenas como ciências, mas também como um importante recurso de elevado potencial turístico, cultural e pedagógico”.

Deixe o seu comentário

Skip to content