A Plataforma Já Marchavas promoveu, no dia 14 de fevereiro, conhecido como Dia dos Namorados, a distribuição simbólica de flores de papel pelas escolas de Viseu (Profissional Mariana Seixas, Secundária Alves Martins, Secundária Viriato, Secundária Emídio Navarro e Básica Grão Vasco). A iniciativa decorreu com o apoio de estudantes.

As flores manufacturadas, feitas de papel reciclado de jornais, símbolo de todas as notícias de violência e de normalização de comportamentos opressores, e com frases alerta sobre violência no namoro, serviram de mote para lembrar que o amor não se celebra apenas neste dia e sim ao longo de todo o ano.

As frases desconstroem situações muitas vezes vistas como normais, mas que na verdade podem estar no caminho da violência. Flores e chocolates não podem fazer esquecer que só em 2019 morreram cerca de 30 mulheres em contexto de violência doméstica, ou que o Estudo Nacional sobre a Violência no Namoro (2019) da UMAR mostra que a juventude (67%) considera normal pelo menos um tipo de violência, números de uma realidade preocupante.

A Já Marchavas considera fundamental desconstruir esta normalidade, começando pelas camadas mais jovens, por isso escolheu o 14 de Fevereiro para lembrar que muitas rosas têm espinhos, dando início a uma série de iniciativas no caminho para o dia Internacional das Mulheres.

No dia 8 de Março Viseu voltará a estar no mapa das cidades que por todo o mundo participam no movimento da Greve Feminista Internacional. Ocorrerá uma concentração com lanche partilhado, momentos culturais e microfone aberto, no Jardim Tomás Ribeiro (Rossio – Viseu) com início às 16 horas.

Outros artigos deste autor >

A Plataforma Já Marchavas é um movimento de cidadãs/ãos e de colectivos unidos na defesa de direitos Humanos, Ambientais e Animais.
O projecto Já Marchavas nasceu em maio de 2018 em Viseu reunindo sinergias diversas. Ainda em 2018 o projecto Já Marchavas levou mais de mil pessoas a participar na 1a Marcha pelos Diretos LGBTI+ em Viseu, denominada por alguns como a Marcha do Amor. A Plataforma Já Marchavas surgiu no ambiente pós-marcha concretizando a cooperação do projecto inicial e dando-lhe continuidade para outras causas comuns. Em Dezembro a Plataforma passou a integrar a Rede 8 de Março.

Deixe o seu comentário

Skip to content