Imagem da capa do livro | Ilustração Virgínia Miccinilli

O Município de Miranda do Douro, em colaboração com a Palombar – Conservação da Natureza e do Património Rural, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e o Agrupamento de Escolas de Miranda do Douro (AEMD), irá comemorar o 23.º aniversário da criação do Parque Natural do Douro Internacional (Decreto Regulamentar n.º 8/98, de 11 de maio), no próximo dia 11 de maio, através do lançamento da obra infantil “O Diário Secreto da Águia-de-Bonelli”, editado pela Palombar e da autoria de Virgínia Miccinilli e Gaëlle Carvalho.

Este conto narra as aventuras de duas aves que nidificam no Douro Internacional, o Britango e a Águia-de-Bonelli, explicando aos mais novos como elas lutam diariamente pela sua sobrevivência. Para além de promover aprendizagens quanto ao modo de vida destas aves, pretende-se, com esta obra, sensibilizar as crianças para a importância da proteção destas espécies, e de outras também existentes no Parque, bem como dos seus habitats.

Esta atividade dirige-se aos alunos dos 1º. e 2.º ciclos do AEMD, sendo oferecido um exemplar do livro a cada um, para também sensibilizar as famílias para a necessidade de proteção do património natural local e regional.

Esta obra foi produzida no âmbito do projeto individual da voluntária italiana Virgínia Miccinilli, do Serviço Civil Italiano – CESC Project, entre 2019-2020, durante a sua colaboração com a Palombar. A Palombar, enquadrada nos seus objetivos de sensibilização para a conservação da natureza e da biodiversidade local, procura realizar um trabalho de proximidade com as comunidades e com as crianças em particular, destacando a importância de todos assumirmos um papel ativo na proteção da natureza. Acreditando no potencial da arte como ferramenta de comunicação e transformação social, surge a proposta deste projeto que utiliza, inicialmente, o teatro como instrumento pedagógico, e que, seguidamente, ganha a forma do presente conto. Assim, o livro “O Diário Secreto da Águia-de-Bonelli” consiste numa adaptação da peça de teatro homónima para um formato narrativo de um conto infantil.

O livro foi editado e impresso com o apoio do Município de Miranda do Douro, Município de Vimioso e Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN).

Mais informações aqui.

Publicado por Palombar a 7 de maio de 2021

Outros artigos deste autor >

A Palombar – Associação de Conservação da Natureza e do Património Rural é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 2000, que tem como missão conservar a biodiversidade, os ecossistemas selvagens, florestais e agrícolas e preservar o património rural edificado, bem como as técnicas tradicionais de construção. A associação, que atua orientada por uma abordagem pedagógica e de cooperação, promove também a investigação científica nas áreas da Ecologia, Biologia da Conservação e Gestão de Ecossistemas, a educação ambiental, o desenvolvimento das comunidades e a dinamização do mundo rural.

Deixe o seu comentário

Skip to content