Passarinho

Chapim Azul
Chapim Azul

Sou um Chapim-Azul!

Com duas asas voo para perto do meu amor coberto de penas.

Em duas patitas firmo-me num qualquer raminho silvestre

Para lhe cantar repenicadas melodias à varanda.

Saio cedo do ninho todos os dias só para lhe alegrar o acordar

Sem medo daquele encantamento especial.

Afino o bico no bronze dos sinos e ressoo os violinos das quatro estações no dia-a-dia

À chuva, à neve, ao vento e ao Sol chilreio meu desejo.

No momento cheio de alvorada canto à tua madrugada e embalo o teu adormecer.

Sou ser alado sempre a teu lado.

Vai sempre à varanda

Apanha o que o tempo tem para nos dar.

Outros artigos deste autor >

Paulo Fernandes nasceu em Abraveses, Concelho de Viseu em 1969, Bacharel no Curso de Professores do Ensino Primário, pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, concluindo a Licenciatura para o 1.º Ciclo do Ensino Básico no polo de Lamego da Escola Superior de Educação de Viseu. Especializou a sua formação para Educação e Desenvolvimento em Meio Rural no Instituto de Comunidades Educativas em Setúbal.
Desenvolveu a sua atividade profissional em vários locais, incluindo São Pedro do Sul, Campia (Vouzela) e Santa Cruz da Trapa (São Pedro do Sul).
Vive nas montanhas mágicas do concelho de São Pedro do Sul, na aldeia do Candal.

Outros artigos deste autor >

O renascer da arte a brotar do Interior e a florescer sem limites ou fronteiras. Contos, histórias, narrativa e muita poesia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados
Ler Mais

Dispersão

Foto de Pxhere |Banco de imagensEla tem 12 anos. Achava que a cadência comum que une dois corpos…
Skip to content