Mercado de Produtores temporário de Viseu sem condições

«No mercado de Viseu ficámos a saber por quem o usa, que as condições não são as melhores. Num investimento de perto de 1 milhão de euros, para um espaço provisório, não foi possível criar as condições para que todos os produtores e clientes pudessem usufruir condignamente. Também os comerciantes fixos têm queixas a apresentar sobre os obstáculos do novo espaço. O comércio de circuito curto é o futuro no que trata ao clima, principalmente quando a grande distribuição está a lucrar com a inflação, sem que divida com os produtores esse rendimento.»

Esta iniciativa decorreu no âmbito do Roteiro pela Justiça Climática do Bloco de Esquerda Viseu e com a presença de Catarina Martins.

 

Related Posts
Estação ferroviária do Tua (Foto Interior do Avesso)
Ler Mais

Mobilidade no Douro passa por “garantir condições de dignidade de vida”

Iniciativa “O Douro é mais do que um rio” juntou cinco candidaturas do Bloco de Esquerda dos distritos de Bragança, Guarda, Porto, Vila Real e Viseu, numa viagem de comboio de Campanhã (Porto) ao Tua (Bragança), para debater coesão territorial, mobilidade e questões ambientais e climáticas.
interrogacoes-castelo-branco-entrevista
Ler Mais

As InterrogAções de Castelo Branco

O Avesso esteve em Castelo Branco à conversa com a Associação Juvenil InterrogAção. A cultura, a arte, a ligação entre gerações e a importância de jovens no interior foram algumas das questões levantadas durante a entrevista.
Skip to content