Fábrica de Camisas Sagres de Mangualde encerra e despede mais de 60 pessoas

67 pessoas ficaram sem emprego com o encerramento da parte produtiva da unidade têxtil no passado dia 31 de dezembro.
Camisas

A notícia é adiantada pelo Jornal do Centro (JC) a quem uma fonte revelou que o encerramento já era anunciado “há uns anos porque a atividade não era rentável”. Decisão que terá sido comunicada e informada aos trabalhadores.

A mesma fonte assegura que “tudo foi feito para as coisas mudarem e não mudaram”, mas contrariamente a estas declarações, representante da União dos Sindicatos de Viseu, Francisco Almeida, confessou ao JC ter sido apanhado de surpresa com este encerramento e que “nada fazia prever esta situação”.

Sindicato e Câmara Municipal dizem que irão acompanhar a situação. Também a empresa se compromete a assumir as suas responsabilidades para com os trabalhadores.

A Camisas Sagres tem mais de 50 anos, exportando camisas e blusas, sobretudo, para o mercado externo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Mariana Mortágua, coordenadora do Bloco de Esquerda
Ler Mais

Contra a pobreza energética, Bloco propõe baixar o IVA da eletricidade

“O frio em Portugal mata”, afirma Mariana Mortágua. E lembra que foi o governo do PSD e CDS que aumentou o IVA para a taxa máxima. O PS, na altura, era contra e só passou a ser a favor depois de chegar ao Governo. Quando o Bloco tentou descer a taxa, em 2020, foram PSD e CDS a dar a mão ao PS. (Artigo Esquerda.net)
Skip to content