Estudo indica que cerca de 60% dos jovens que vivem no interior ponderam mudar-se para o litoral

Estudo da plataforma de jornalismo Gerador, feito em conjunto com a Qmetrics, resulta de uma sondagem de opinião realizada entre março e abril de 2021, com uma amostra de 1200 entrevistas representativas da população em cada região.
carrazeda-de-ansiaes-linhares
Linhares, em Carrazeda de Ansiães. Nos Caminhos da Pedra Antiga, obra do escultor Hélder de Carvalho.

Na análise de sondagem de opinião conclui-se que cerca de 60% dos inquiridos na faixa etária mais jovem, entre os 15 e os 24 anos, consideram fazer a mudança do interior para o litoral. Entre as razões encontradas para essa mudança, mais de metade dos inquiridos respondeu que se devia sobretudo pelas oportunidades de emprego e educação.

“Esta foi a razão apresentada pela esmagadora maioria dos jovens, mas, mais de 55% das pessoas entre os 35 e os 44 anos também consideram que esta seria a principal motivação. Já para a faixa etária dos 45-54 anos, em que 32% respondeu que consideraria fazer uma mudança para o litoral, uma vida cultural mais ativa e mais variedade de entretenimento seriam as principais razões.”, lê-se no estudo.

Outras das motivações apontadas para fazer esta mudança para o litoral são mais entretenimento e vida cultural (com cerca de 24,3% dos inquiridos a seleccionar esta resposta) e maior proximidade de amigos e familiares (com 15%).

À pergunta “Se tivesse que escolher obrigatoriamente uma das seguintes frases, qual destas melhor representaria o papel que a cultura tem na sua vida?”, a maioria dos inquiridos que vivem no interior (42,2%) respondeu “a cultura está presente regularmente na minha vida, embora não tanto quanto desejasse”. A diferença é grande, comparativamente com os inquiridos que vivem no litoral, onde cerca de 55% respondeu a mesma opção.

Nota-se ainda uma maior diferença entre litoral e interior na resposta “sei que a cultura é importante, mas não lhe dedico muito tempo”, com 26% e 40%, respectivamente.

“A principal razão apontada pelos inquiridos insatisfeitos é a falta de existência de equipamentos culturais nas suas localidades (60,8% no interior e 53,6% no litoral), seguida pela falta de oferta na programação (40,8% no interior e 44,5% no litoral). Fruto dos investimentos em equipamentos culturais por todo o país nas últimas décadas, a variável fruição cultural não parece ser discriminatória entre litoral e interior (…) No entanto, nas respostas ‘A cultura é essencial para a minha vida’, a diferença entre os dois grupos não é substancial, sendo que no interior houve 16,9% a selecionar esta opção e 18,5% no litoral.”, lê-se no estudo.

Este estudo resultou num ensaio agora publicado pela Gerador, em formato papel e digital, intitulado de Pequeno Livro Aberto sobre o Interior, que inclui também reflexões que resultaram da primeira edição do festival Visit Portugal Descobre o Teu Interior, um fórum de debate alargado sobre o futuro do interior do país.

“Mas é nossa vontade publicar anualmente um livro que reúna os raciocínios, as análises e as provocações que surgem a cada temporada do festival, sempre completado por visões frescas e inovadoras que vamos descobrindo”, lê-se na introdução do livro.

O livro, que se encontra agora à venda, “está organizado em quatro secções, entre a análise ao estudo, textos de Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial e de Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal, uma reportagem de investigação sobre o interior” e ainda entrevistas com “Catarina Sales Oliveira, Professora Auxiliar no Departamento de Sociologia da Universidade da Beira Interior (UBI), António Bento Caleiro, docente no departamento de Economia da Universidade de Évora, Ana Carolina Gomes, antropóloga e redatora da plataforma de informação Interior do Avesso e Rita Lucas Narra, bolseira de doutoramento no Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa.”, lê-se no site do Gerador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados
Skip to content