Mais de 30 rituais com máscara podem ser candidatos a património da UNESCO

A candidatura está a ser avaliada pela Direção-Geral do Património e abrange 30 rituais de Trás-os-Montes, Salamanca e Zamora. 
Máscaras de Carlos Ferreira na X Bienal da Máscara – Foto de Movimento da Terra de Miranda | Facebook

A candidatura está a ser avaliada pela Direção-Geral do Património e abrange 30 rituais de Trás-os-Montes, Salamanca e Zamora. 

A candidatura transfronteiriça das festas com máscara junta mais de 30 rituais e é promovida pelo Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial – Zasnet, segundo a rádio Brigantia. Os rituais localizam-se em Trás-os-Montes, Salamanca e Zamora. 

A iniciativa conjunta está a ser avaliada pelo Direção-Geral do Património para depois seguir para o gabinete da UNESCO para fazer uma avaliação final. 

X Bienal da Máscara apresenta “Mascaradas de Inverno da Raia Ibérica”

A X Bienal da Máscara – MASCARARTE começou esta quinta-feira, no Centro Cultural Municipal Adriano Moreira, em Bragança, e conta com uma exposição temática denominada “Mascaradas de Inverno da Raia Ibérica”. 

Foi também apresentado o catálogo da bienal de 2019 e aberto o “Espaço Máscara”, com a mostra de trabalhos de artesãos locais. 

A MASCARARTE segue até segunda-feira com conferências, exposições e apresentações de livros. O desfile pelas ruas do centro histórico da cidade e a queima do mascareto, que deviam acontecer este sábado, foram cancelados devido à evolução da pandemia da covid-19. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Related Posts
Skip to content