Centro de Saúde da Sertã - Foto de Beira Baixa TV | Facebook

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Saúde sobre a avaria do RX do Centro de Saúde da Sertã, mas também quer saber se “existem, ou não, intenções de encerrar este serviço”. 

Numa pergunta ao Governo, nomeadamente ao Ministério da Saúde, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda refere que “teve conhecimento de que o aparelho de raio-x do Centro de Saúde da Sertã encontra-se avariado”. 

De acordo com informações recebidas pelo partido, “este aparelho tem avariado por diversas vezes nos últimos tempos. Em causa, segundo fonte da autarquia, está uma avaria do computador do RX que terá um custo de 27 mil euros”. 

Para o Bloco, “este equipamento é de extrema importância no bom funcionamento desta estrutura de saúde já que, em caso de avaria, os utentes são obrigados a deslocar-se a Castelo Branco ou Coimbra e a percorrer uma distância de 70 quilômetros para ambas as cidades”. 

“Porém, várias declarações sobre o assunto têm vindo a público, sendo elas contraditórias. De acordo com os meios de comunicação locais, existirá, alegadamente, a intenção por parte da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco em não reativar o serviço de RX no Centro de Saúde da Sertã, mas entidades competentes já anunciaram que o serviço seria para manter. É necessário esclarecer esta situação e garantir o funcionamento deste importante MCDT”, pode ler-se na pergunta assinada pelo deputado Moisés Ferreira. 

Os bloquistas consideram que “esta avaria é altamente penalizadora para os utentes que se vêm impedidos de aceder aos cuidados de saúde de proximidade de que necessitam e aos quais têm direitos”. 

Nas questões dirigidas ao Ministério da Saúde, o Bloco quer saber se há conhecimento desta situação, qual é o prazo para a resolução deste problema e se existem, ou não intenções de encerrar este serviço no Centro de Saúde da Sertã. 

Deixe o seu comentário

Skip to content