Foto de Viseu Município | Facebook

Numa altura em que a população está a passar por um dos maiores desafios coletivos da sua história com o novo coronavírus, os serviços municipalizados Águas de Viseu procede a um aumento que pode chegar a 43,87% do valor total da fatura.

Como comprovam as faturas presentes na notícia, ambas de 33 dias e sem qualquer consumo de água, houve um aumento da ‘Tarifa de Disponibilidade – Saneamento’ de 0,0106€ para 0,1167€ por dia, nas faturas comparadas equivale a um aumento de 3,5€. A este, soma-se o acréscimo de uma nova ‘Tarifa Variável de Saneamento’ de 2,75€ mensais que, nos documentos em análise, levou a um aumento de 3,03€. Já na ‘Tarifa de Disponibilidade de Água’ o incremento foi de 0,1333€ para 0,1341€ por dia.

No total, e comparando as duas faturas, há uma diferença de 6,51€, o que equivale a aumento de 43,87% no valor total da fatura, de 8,35€ para 14,84€.

O Bloco de Esquerda, através do Plano de Emergência Autárquico para os municípios do distrito de Viseu, pediu a isenção do pagamento destes serviços. Comparando esta situação com outras, o Município de Gouveia decidiu isentar de pagamento os utilizadores que beneficiam da tarifa social e de um desconto de 50% os restantes.

Relembramos que em Julho de 2017, o Tribunal de Contas recusou a transformação dos serviços municipalizados para a empresa municipal Águas de Viseu. O Bloco de Esquerda, na Assembleia Municipal de Viseu, votou contra a decisão e apontou que o modelo abria as portas à privatização do sistema de abastecimento público de água e saneamento.

(Escrito por DG)

Deixe o seu comentário

Skip to content