Marisa Matias marcou presença no passado dia 24 de agosto numa conversa e lanche partilhado, com a população de São João de Areias no concelho de Santa Comba Dão, em que se falou nas dificuldades de viver na região e nas propostas que o Bloco de Esquerda traz para estas legislativas.

Estiveram presentes na sessão Bárbara Xavier e Paulo Rodrigues, candidatos pelo distrito de Viseu, e foi moderada pelo Mandatário da candidatura, Albano Santos, que apelou e motivou a população a serem parte deste movimento que quer fazer acontecer, elegendo uma deputada que represente a região.

Paulo Rodrigues, do Movimento Mexer São João de Areias e candidato independente, relembrou-nos que “a diminuição da população resultante de diversos fatores não pode retirar direitos às pessoas que se mantêm fortes e resistentes ao manterem-se nesta região”, e que é urgente resolver os obstáculos sentidos à fixação das pessoas no interior e em específico na Freguesia de São João de Areias.

Salientou a ineficácia do poder central e local da freguesia da qual é natural, e na qual a falta de acesso a cuidados de saúde é urgente resolver “o poder central e local tem-se mostrado ineficaz a responder a estes e outros problemas que muito nos afetam, protegendo-se no atrasar da construção duma nova extensão de saúde devido a burocracias. Uma extensão dispendiosa mas extremamente necessária ,que não é garantido que tenha também um clínico permanente!”

Bárbara Xavier, candidata independente, relembrou a importância da quebra do ciclo vicioso que se vive nas regiões do interior, em que se fecham serviços por falta de utentes e se perde população pela falta de serviços públicos. São muitas as regiões do Distrito que sofrem com as mesmas problemáticas e que afetam a fixação da população e de entidades investidoras, desde a falta de acessos rodoviários, à não existência de transportes públicos, ao encerramento de balcões CGD, a estação de CTT, escolas e extensões de saúde. Na perspetiva da candidata do Bloco ao Parlamento são muitos os obstáculos ao desenvolvimento destas regiões e parece ser ainda maior a dificuldade de um desenvolvimento que seja realmente sustentável e que não preveja a constante contaminação da nossa água, a exploração desenfreada dos nossos solos e a substituição da nossa floresta autóctone em monoculturas que nos deixam cada vez mais vulneráveis às secas, aos incêndios e à drástica diminuição da biodiversidade.

Marisa Matias, sublinhou a importância da aplicação dos fundos de coesão nos locais que nos garantem os mesmos. No desenvolvimento de regiões que deles precisem, ao invés da atualidade em que mais do que 50% dos fundos de coesão são aplicados nas grandes capitais.

Nesta sessão juntaram-se perto de uma centena de pessoas no Jardim do Largo da República em São João de Areias para ouvir e debater as problemáticas que o Interior e a freguesia de São João de Areias sofrem. Para o Bloco de Esquerda a população precisa de ser ouvida e que as promessas que recorrentemente são feitas, sejam cumpridas para assim inverter o ciclo de desinteresse que a sociedade sente pela política. Nesse sentido continuará a dar apoio à população na sua justa reivindicação por uma extensão de saúde digna, com os recursos humanos necessários ao seu funcionamento.

Deixe o seu comentário

Skip to content