Foto de João Vicente | Facebook Santa Comba Dão em Imagens

Depois da Câmara Municipal de Santa Comba Dão estar envolta em polémica ao decidir avançar com a criação do Centro Interpretativo do Estado Novo na antiga Escola Cantiga Salazar, no Vimieiro, em Santa Comba Dão, agora, o Executivo pondera colocar uma estátua de Salazar, em bronze, com mais de dois metros, nas ruas da cidade de Santa Comba Dão.

No mês de Setembro veio a público a notícia de que a Câmara Municipal de Santa Comba Dão ia avançar com a criação do Centro Interpretativo do Estado Novo (CEIN) na antiga Escola Cantina Salazar, requalificação já em curso. A decisão foi muito polémica, inclusive com petições para ambas posições e até foi aprovado na Assembleia da República um voto de condenação pela criação do CEIN. A vontade da maioria dos santacombadenses é que o CEIN seja uma realidade.

Em 2017, a Direcção Geral do Património Cultural disponibilizou ao Município de Santa Comba Dão duas estátuas de António Salazar que estiveram durante muitos anos nos jardins do Palácio Foz, em Lisboa. A cedência foi feita através de um protocolo que estabelece que a autarquia deve assegurar as condições adequadas à conservação e exposição das peças nas instalações municipais.

A Câmara Municipal pondera agora colocar uma das estátuas, com uma envergadura considerável, no Largo do Rossio ou no Largo Doutor Salazar, ambos locais na cidade de Santa Comba Dão.

Outro local falado pelos munícipes é em frente do Palácio da Justiça, espaço este onde já esteve antes do 25 de Abril.

 

Escrito por DG

Deixe o seu comentário

Skip to content