Foto por Rádio Altitude FM | Facebook

Foi lançado o concurso para trabalhos, no valor de 112,2 milhões de euros, que vão modernizar troço entre Santa Comba Dão e Mangualde.

Segundo notícia do JN, as formas das estações de Santa Comba Dão, Oliveirinha e Nelas serão alteradas para que fique assegurado o cruzamento de comboios de 750 metros de comprimentos e otimização das condições de exploração.

A empreitada prevê a substituição total da superestrutura da via com utilização de travessas monobloco polivalentes em betão. Serão reabilitados sistemas de drenagem, passagens superiores e inferiores.

Será suprimida a passagem de nível de Moimenta, Alcafache e construído o seu desnivelamento.

Enquanto uma grande parte do país está parado por causa da pandemia do covid-19, as obras de modernização da Beira Alta, principal ligação à Europa, continuam em movimento mesmo com algumas condicionantes, como no troço entre Cerdeira do Côa e a Guarda. 

Apesar da evolução do vírus ser imprevisível, as Infraestruturas de Portugal espera concluir esta empreitada dentro dos prazos estipulados.

No dia 19 de Março foi lançado o concurso para o troço entre Santa Comba Dão e Mangualde no âmbito do Programa de Modernização da Rede Ferroviária Nacional, Ferrovia 2020. Estão em fase de receção de propostas alguns concursos, como por exemplo o troço Pampilhosa-Santa Comba Dão ou Celorico da Beira-Guarda. No total estão em causa 162,2 quilómetros de ferrovia da Linha da Beira Alta que deveriam estar concluídas até 2023.

(Escrito por DG)

Deixe o seu comentário

Skip to content