Ontem, dia 6 de maio, a fábrica da PSA em Mangualde retomou a produção automóvel, com apenas um turno de laboração, à volta de 300 trabalhadores, e novas regras de funcionamento. A fábrica de carros de Mangualde do grupo Peugeot-Citroën conta com perto de 1000 trabalhadores. 

Os trabalhadores foram informados sobre as novas regras por e-mail ou por carta. Vão receber também uma embalagem de 100 ml de álcool-gel para uso pessoal.

Assim que os trabalhadores vão retomando a atividade laboral na fábrica vão ter de cumprir uma nova rotina diária. Ao se levantarem, terão de medir a temperatura do corpo e registar  numa folha. Terão de sair de casa já fardados, com a própria comida e bebida. Apenas os funcionários da pintura não têm de vir já fardados. No caminho para a fábrica, não podem partilhar a boleia com mais de duas pessoas, tendo de se sentar no banco de trás do lado oposto do condutor.

Assim que chegam à fábrica, os trabalhadores são sujeitos a uma medição individual de temperatura e só poderão entrar nas instalações se a temperatura do corpo for inferior a 37,5 graus – quem apresentar uma temperatura igual ou superior terá de passar para uma sala própria. Cada operário recebe duas máscaras e óculos de proteção/viseira.

Já no interior da fábrica, os trabalhadores têm de cumprir a distância de segurança, superior a um metro. As cruzes pintadas no chão fazem lembrar os triângulos das autoestradas e estão espalhados por toda a unidade de produção.

(Escrito por DG)

Deixe o seu comentário

Skip to content