Foto por Autor Anónimo

O Geopark Estrela, recentemente reconhecido Geopark Mundial da Unesco, vai criar uma Grande Rota que une as sedes dos nove concelhos que o integram. A rota estará concluída no final de 2021.

Segundo notícia da Rádio Cova da Beira (RCB), o objetivo é melhorar e facilitar a visitação aos locais de interesse geológico, devendo ainda até ao final do presente ano ser instalados cerca de 30 painéis interpretativos dos monumentos.

“Já instalámos 12 estruturas interpretativas, vamos instalar mais 11 entre agosto e setembro, vamos instalar mais meia dúzia até final do ano. Estamos a trabalhar em candidaturas para melhorar e facilitar a visitação aos locais de interesse geológico”, explica Emanuel Castro, coordenador executivo do Geopark Estrela, em entrevista à RCB.

Emanuel Castro confirma ainda a aprovação, no passado mês de maio, de uma candidatura  que vai permitir criar a Grande Rota da Estrela. Com a criação da rota será possível “de forma pedestre e ciclável, conhecer mais de 70% destes locais de interesse geológico”.

A rota pedestre terá 390 quilómetros e a rota ciclável 370, mas, segundo Emanuel Castro, será possível adaptar o trajeto. “Quem quiser utilizar esta rota, ela é modelar, pode ser construída em função da sua disponibilidade, imagine que vai estar dois dias pela região pode traçar a própria rota e fazer, por exemplo, a ligação de Belmonte à Guarda. E mais, ela vai estar ligada às principais plataformas de transportes públicos, seja através do caminho de ferro, seja através de rodovia.”

 

Ver também:

Mais artigos no Interior do Avesso sobre a Serra da Estrela

Deixe o seu comentário

Skip to content