Foto de Tiago Resende

Continua hoje, sábado, a oitava edição da Sementeira que, como desde a primeira edição, conta com a Exposição Colectiva de artes visuais. É o resultado da Chamada, para todo o tipo de expressões e sensibilidades, proporcionando diálogos inesperados, inspirada na importância da pluralidade em qualquer comunidade. 

A inauguração ocorreu ontem, dia 4, com a presença de Catarina Martins, Coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda. Catarina Martins visitou a exposição que estará em permanência durante a duração da iniciativa no n.º 6 da Rua das Ameias (junto à Praça D. Duarte): Dia 4 – 18H30 às 24H00; Dia 5 – 11H00 às 24H00; Dia 6 – 11H00 às 24H00.

Os artistas que participam na Exposição Coletiva são a Ana Catarina Pereira, Ana Verónica, Arisca, Carla Antunes, Daniela Fernandes, Edu Silva, Fátima Teles, Filipe Peixoto, Francisca Sousa, Joana Duarte de Sá, LIANE, Marta Fróis, Miky Morgado, Nuno Queirós, Patrícia Gomes, Pedro Rodrigues, Rui M. Sá, Silvia Pêra, Sleepy.Kitties, Sofia Cabañas, Vanda Rodrigues, Vânia Viana | V23:32V e vilas.

A organização informa que “para visitar a exposição é necessário o uso de máscara obrigatório e a manutenção do distanciamento físico. No espaço, que será frequentemente limpo e desinfetado, estará álcool-gel disponível e a lotação será controlada.”

Também na praça D. Duarte, será possível ver a exposição documental “STOP Homofobia – Passado, Presente e Futuro”. Este é um trabalho de arquivo fotográfico que assinala os 15 anos da Manifestação STOP Homofobia, que ocorreu a 15 de maio de 2005, recordando um dos momentos mais difíceis da memória da comunidade LGBTI+ em Viseu.

Deixe o seu comentário

Skip to content