Manpower/EDP: Cadernos Reivindicativos Aprovados Sem Votos Contra

Cerca de 310 trabalhadores participaram nos vários plenários dos trabalhadores da Manpower afectos à EDP no Contact Center de Seia e das Torres de Lisboa.

Cerca de 310 trabalhadores participaram nos vários plenários dos trabalhadores da Manpower afectos à EDP no Contact Center de Seia e das Torres de Lisboa.

Os Cadernos Reivindicativos apresentados pela Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Centro-Norte (SITE-CN) e dos representantes de  Saúde e Segurança no Trabalho (SST) foram aprovados por maioria sem votos contra nos plenários que ocorreram durante o dia 17 de novembro.

O sindicato vai agora enviar estes cadernos à Manpower Group, dando 15 dias para responderem. Em conversa com a dirigente Margarete Amaral, ficamos a saber que esta empresa se “recusa a negociar e negou ajudar os trabalhadores nas despesas em teletrabalho”.

manpower-edp-tabela-1A proposta apresentada para a tabela salarial coloca os trabalhadores entre os 790€ e os 1150€ para chefes de equipe com mais de 12 anos. 

A esta tabela apresentam várias reivindicações para negociar com a empresa, de forma a tornar estes postos de trabalho atrativos e justos, como “o aumento do subsídio de refeição, trabalho suplementar, criação de prémio de língua estrangeira, aumento do valor de prémio de disponibilidade, atribuição de gozo de folga no dia 25 de Dezembro, 1 Janeiro e domingo de Páscoa, aumento do tempo das pausas, criar sistema de ajudas de custo para os trabalhadores em teletrabalho, redução do horário de trabalho para o máximo de 35 horas, sem perda de remuneração, criar prémio de antiguidade, implementação de um plano de saúde”.

Já os representantes da SST reivindicam a “melhoria das condições ligadas à ao microclima de trabalho, melhoria dos riscos ligados à contaminantes do ambiente, biológicos, ligados à sobrecarga muscular, psíquica, fatores de insegurança identificados nos locais de trabalho, pavilhões CC1, CC2 e CC3 situados em Quintela, subestação EDP em Seia.”

Estes também estão preocupados com a aplicação de “medidas de prevenção adequadas à prevenir os riscos notificados, com o objectivo de prevenir os acidentes e doenças profissionais”.

Estes trabalhadores de EDP estão contratados através da Manpower, tendo o Contact Center de Seia de 559 trabalhadores e 65 nas Torres de Lisboa, dados de setembro de 2021 que o Interior do Avesso teve acesso. A empresa encontra-se de momento a contratar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Skip to content