Escavações na Igreja de Santa Maria | Foto por Arqueologia do Concelho de Sátão | Facebook

Foi descoberta a primeira necrópole medieval no concelho de Sátão, durante os trabalhos de requalificação e restauro da Igreja de Santa Maria. Aquando da abertura de uma vala para a colocação de cabos elétricos, foram encontradas várias ossadas humanas.

A notícia é adiantada pela Alive FM, que indica que o cemitério medieval se localiza junto a uma das paredes da igreja de origem românica, na zona histórica da vila de Sátão.

A equipa, formada por um arqueólogo e uma antropóloga, que está no terreno, descobriu até ao momento as ossadas de três corpos que foram sepultados no local, mas acredita que possam vir a aparecer mais, com a continuação das escavações e da investigação.

Em declarações à Alive, a antropóloga Zélia Rodrigues explica que este era um achado expectável, atendendo ao facto de que entre o século XII e XIX os corpos eram sepultados próximo das igrejas.

As ossadas humanas encontradas, em avançado estado de degradação, são consideradas espólio arqueológico, clarificou a antropóloga, e, caso não venha a ser criado um projeto de valorização no Sátão, ficarão em depósito na Direção Geral do Património Cultural (DGPC). Zélia Rodrigues, defende a exposição de pelo menos um ou dois esqueletos, com o trabalho de registo associado.

Os trabalhos que estão a ser feitos junto à Igreja de Santa Maria, são trabalhos de arqueologia preventiva, explicou o arqueólogo Hugo Batista à Alive FM. A escavação irá continuar para que a equipa no terreno possa desenvolver um trabalho exaustivo sobre a primeira Necrópole da época medieval descoberta no concelho de Sátão.

As escavações colocaram ainda a descoberto um muro, que poderá pertencer a uma igreja primitiva, mas mais certezas só existirão após o alargamento do perímetro de intervenção, referiu o arqueólogo.

Deixe o seu comentário

Skip to content