Oleiros: Dívida da ULS aos Bombeiros Voluntários é elevadíssima

Numa reunião com os Bombeiros Voluntários de Oleiros, a candidatura do Bloco pelo distrito de Castelo Branco ouviu algumas preocupações ao nível das baixas remunerações e falta de recursos materiais.

A candidatura do Bloco de Esquerda pelo círculo eleitoral de Castelo Branco reuniu com os Bombeiros Voluntários de Oleiros, para ouvir as preocupações da corporação, que em termos gerais, segundo nota de imprensa, são transversais a todas as corporações do distrito. 

O Bloco salienta que “a zona de Oleiros é um território que necessita com alguma frequência de serviços de emergência devido a ser uma local muito acidentado e sinuoso.”

Da reunião resultou que “a falta de remunerações justas é uma das preocupações mais vincadas”. Situação que dificulta a “captação de recursos humanos, juntando à falta de revisão na carreira de acordo com a formação e especificidades de cada bombeiro. Por exemplo, um motorista especializado recebe à volta de 700 euros líquidos.” 

Outra das preocupações da corporação são os recursos materiais, “já que alguns dos veículos de combate aos fogos têm mais de 25 anos”, isto num “concelho que se encontra em pleno Pinhal Interior Sul, agravando que o serviço de INEM é suportando, alguma parte, pela própria corporação de bombeiros.”

A candidatura do Bloco destaca a dívida que a Unidade de Saúde Local (ULS) de Castelo Branco tem com os Bombeiros Voluntários de Oleiros, que ascende a 90 mil euros, sobretudo relativos ao transporte de doentes.

“Para nossa surpresa e consultando a lista de dívidas da ULS da fornecedores, encontramos mais de 140 páginas de dívidas com mais de 30 dias, o que consideramos insustentável para o bom funcionamento do Serviço Nacional de Saúde”, referem. 

A candidatura do Bloco por Castelo Branco defende ser necessário “apoiar estas corporações que cumprem uma missão pública, sem os apoios adequados, tendo de encontrar soluções no plano local e resolver problemas graças ao voluntariado, que cada ano que passa está menos participado.”

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Recolha de Assinaturas Contra a Exploração Mineira
Ler Mais

Recolha de assinaturas promovida em Viseu alerta para as novas minas na região

O Movimento ContraMineração Beira Serra, a Associação Olho Vivo e a AZU - Associação Ambiente em Zonas Uraníferas estiveram esta manhã (9 de novembro), na Feira Semanal de Viseu, a recolher assinaturas para travar a intenção do Governo em avançar com a exploração mineira, de lítio e de outros minerais, na região.
Skip to content