Fotos de Dinis Mendes Garcia

A campanha do candidato presidencial de extrema-direita, André Ventura, começou hoje em Castelo Branco, onde realizou um comício. À chegada foi recebido com um protesto e foi chamado de “fascista”. 

Excerto do vídeo da chegada de André Ventura a Castelo Branco - Retirado do Facebook do Chega Porto TV

Algumas dezenas de pessoas juntaram-se, hoje, em Castelo Branco para receber o candidato presidencial de extrema-direita, André Ventura, que começou o dia de campanha na cidade albicastrense. 

No protesto ouviram-se palavras como “fascista”, dirigidas a André Ventura. O candidato presidencial tem sido acompanhado por vários protestos em todas as cidades e vilas onde tem realizado a campanha presidencial. 

Em declarações ao Interior do Avesso, Dinis Mendes Garcia, um jovem do Fundão a estudar em Castelo Branco, foi um dos participantes no protesto que recebeu André Ventura. O jovem diz que soube que o candidato presidencial iria estar na cidade e decidiu “ir ao local ver quais seriam os discursos ditos por ele e manifestar o meu descontentamento ao seu programa eleitoral e ao desrespeito perante certa parte da população. Se não é presidente para todos então a meu ver não devia conseguir chegar à presidência, um candidato à presidência deve saber lidar tanto com a parte que diz respeito à economia mas também à vertente social.”

André Ventura respondeu aos participantes do protesto, no entanto Dinis afirma que “só mostrou o seu carácter e confirmou tudo o que foi dito a seu respeito até hoje, não só pelos restantes candidatos mas também por grande parte da população, eu já trabalhei e hoje em dia estou a acabar o meu curso, tenho todo o direito de lutar pelos meus direitos e protestar contra a ignorância, e para o conservadorismo extremista, contra um homem que não tem perfil e sem escrúpulos para estar à frente numa presidência, estamos numa democracia e não numa ditadura.”

Deixe o seu comentário

Skip to content