Foto por Plataforma Transgénicos Fora! | Facebook

A Plataforma Transgénicos Fora (PTF) organiza o debate “As medidas agro-ambientais e as novas estratégias europeias “Do Prado ao Prato” e “Biodiversidade”, no âmbito da nova Política Agrícola Comum (PAC). Será no dia 24, pelas 18H00 na Tapada da Tojeira, em Vila Velha de Ródão.

O debate conta com a participação de Carlos Lourenço, Luís Coutinho e Rolando Martins – agricultores da Beira Baixa; Jorge Ferreira – agrónomo especialista e técnico de agricultura biológica (PTF); Lanka Horstink – investigadora em economia política da agricultura (PTF) e moderação de Graça Passos (PTF).

A PTF, em nota enviada ao Interior do Avesso, explica que “a agricultura é um sector estratégico quer para superar a crise actual quer para proteger as gerações futuras. As novas estratégias da Comissão Europeia (CE) apontam mudanças estruturais para o novo Quadro Comunitário de Apoio 2021/27 que vão alterar as medidas agro-ambientais.” Nesse sentido ficam as questões: “o que se deve alterar? O que apoiar? Como?”

Com as alterações climáticas e com a COVID-19, segundo a Plataforma, a CE preconiza uma mudança nas estratégias praticadas para a agricultura trazidas pelas “revolução verde, a partir de 1950”, que trouxe a “mecanização do trabalho”, “o aumento da produção agrícola”, seguidos do petróleo, dos pesticidas, dos adubos e dos organismos geneticamente modificados (OGM).

Com urgência, deve reduzir-se “a dependência dos pesticidas e dos agentes antimicrobianos, o excesso de adubação”, e aumentar-se “a agricultura biológica”, “o bem-estar dos animais” e inverter “a perda da biodiversidade”.

A Plataforma considera “que o melhor dos mundos está ao nosso alcance – manter as produções e proteger o ambiente. No entanto, as realidades são complexas e diversas e para a transição acontecer sem lesar ninguém é necessário também um amplo e aprofundado debate público.” 

É neste contexto que surge o debate. A participação no mesmo, presencial ou virtual, é gratuita mas sujeita a inscrição na página da PTF ou pelo email info@stopogm.net

Deixe o seu comentário

Skip to content