Foto de Inês. S | Flickr

O Instituto Politécnico de Viseu vai realizar, com o seu parceiro institucional das comemorações dos 40 anos desta instituição do Ensino Superior, o Museu Nacional Grão Vasco, o colóquio “Caminho Português Interior de Santiago: Novos Olhares”, no dia 27 de agosto, às 18:30h. 

Vai-se realizar um colóquio no próximo dia 27 de agosto, às 18:30h, promovido pelo Instituto Politécnico de Viseu (IPV), em parceria com o Museu Nacional Grão Vasco (MNGV), sobre o Caminho Português Interior de Santiago e ainda é possível participar, às 17:30h, numa visita à exposição “A Natureza está no interior”, presente no MNGV que é o local da realização do colóquio. A participação é gratuita, mas está sujeita a inscrição.

O MNGV é o parceiro institucional do IPV nas comemorações dos 40 anos desta instituição do Ensino Superior.

A iniciativa é promovida pelo IPV e pela Escola Superior de Educação de Viseu (ESEV) e contará com as intervenções de João Nunes, professor da ESEV, sobre o tema “O Caminho Português do Interior no passado: aspetos históricos e religiosos dos peregrinos e itinerários de peregrinação”; de Odete Paiva, diretora do MNGV e docente de carreira do IPV, com um olhar alusivo à “Cultura e património: políticas de conversação e valorização do Caminho de Santiago”; de Vítor Martinho, professor da Escola Agrária de Viseu que irá abordar a temática “O Caminho enquanto instrumentos de desenvolvimento local e regional” e João Garcês, professor também da ESEV, que vai terminar com o tema “O peregrino na atualidade: aspetos lúdicos e atividade física em contextos de peregrinação”. 

As primeiras referências documentais da existência de uma via de peregrinação que atravessava a região de Viseu e se dirigia a Santiago de Compostela datam do século XII. Nos séculos XIX e XX, o Caminho do Interior entrou em declínio, com a importância que ganharam as peregrinações regionais e as peregrinações a Fátima.

O ressurgimento do Caminho do Interior acontece no final do século XX e em 2007, no âmbito da valorização e afirmação das rotas jacobeias, foram referenciados vários itinerários, entre eles o Caminho do Interior que vai de Viseu a Chaves, com ligação à Galiza por Verín. Este itinerário foi reabilitado e inaugurado oficialmente em 2012. Mesmo assim, pouco se sabe sobre esta importante rota peregrina. 

Deixe o seu comentário

Skip to content