Proteção Civil de Viseu desaconselha jantares e festas de Natal

A Comissão Municipal de Proteção Civil de Viseu desaconselha “todo e qualquer tipo de ajuntamentos potenciadores de contágios”, dado que a situação da epidemia COVID-19 agravou-se em Viseu.
camara-municipal-viseu-2018

Em comunicado publicado no facebook do Município de Viseu, a Comissão Municipal de Proteção Civil de Viseu desaconselha qualquer tipo de ajuntamentos, “nomeadamente a realização de jantares-convívio e festas de Natal, tradicionais nesta época, e que nos conduzirão a um cenário vivido no ano passado, com graves consequências já conhecidas.”

A Proteção Civil apela a toda a comunidade um “empenho extraordinário” para travar o crescimento de casos observados nos últimos quinze dias, que neste momento tem uma taxa de incidência de 417 casos em 100 mil habitantes.

Apela ainda “ao maior cuidado na utilização das linhas e meios de emergência médica, destinadas apenas às situações críticas, de modo a reduzir o stress já verificado nas urgências hospitalares e nos meios de emergência pré-hospitalar.”, lê-se no comunicado.

O concelho de Viseu encontra-se neste momento em risco elevado, acompanhando um pouco a situação em todo o país. Só no dia 24 de novembro registaram-se 3773 novos casos de COVID-19, o maior número desde julho deste ano. Espera-se que nos próximos dias entrem em vigor algumas regras de restrição como o certificado digital COVID-19, que vai voltar a ser obrigatório nos restaurantes e nos hotéis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados
Skip to content