Segundo trabalhadores da Securitas em Chaves, no distrito de Vila Real, a empresa está a despedir trabalhadores cujos contratos se encontram no período experimental. A denúncia é feita pelo Despedimentos.pt

Estes trabalhadores, sujeitos a um período experimental de 180 dias, estão a ser despedidos ao fim de um mês de contrato. A empresa comunicou a decisão aos trabalhadores por telefone, não cumprindo com os formalismos previstos nem respeitando o aviso prévio. A cessação de contratos no período experimental está a ocorrer de forma generalizada, em todos os setores de atividade, muitas vezes sem respeitar os formalismos previstos na lei.

A Securitas Portugal, subsidiária do Grupo Securitas AB, integra a divisão Ibero-América, sendo integralmente detida pela Securitas Seguridad Holding, S.L, com sede em Espanha. Deu início à sua actividade em Portugal, em Lisboa, em 1966.

As acções do Grupo estão cotadas na Bolsa de Valores de Estocolmo, agora Nasdaq Stockholm, desde 1991.

Pode consultar a denúncia, aqui.

(Escrito por DG)

Deixe o seu comentário

Skip to content