É este o título do comunicado do Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Centro (STFP) sobre as declarações de Rui Rui que, primeiro dizia que o “aumento é pouco”, 0,3% para os trabalhadores da função pública, tendo mais recentemente dito que “estes aumentos não deviam acontecer”.

«Rui Rio/PSD reconhece que o “aumento é pouco”,porque só é de 0,3% mas, mesmo assim, entende que nem esse deveria ser pago, mostrando um gravíssima falta de solidariedade para com os trabalhadores da Função Pública.»

STFP Centro

“A Rui Rio/PSD só lhe faltou dizer que foram os Funcionários Públicos que causaram esta pandemia” dizem, afirmando que este tem “ mostrando um gravíssima falta de solidariedade” para com estes trabalhadores.

Para esta estrutura sindical, é “notório o ódio de estimação para com os trabalhadores da Função Pública quando, mais uma vez, estes demonstraram serem essenciais, como acontece neste combate à pandemia em que são os primeiros da Linha da Frente”.

O STFP Centro aproveita o comunicado para relembrar a Rui Rio que “o seu partido, em coligação com o CDS, desferiu um ataque sem precedentes aos trabalhadores da Função Pública durante o período da Troika com a retirada de direitos e cortes salariais massivos pois consideravam, de forma eloquente, que os portugueses viviam acima das suas possibilidades”, rematando com a lembrança que estes trabalhadores não sabem o que é um aumento há 11 anos.

Para os sindicalistas, “estas declarações só vêm provar que o posicionamento do PSD no que toca à Administração Pública continua a ser a do seu enfraquecimento para ser entregue de mão beijada aos interesses do Capital”, que dizem ser “através de uma política de concessões e de privatizações, onde incluiria a Saúde dos Portugueses – SNS – a Escola Pública e a Segurança Social”.

Deixe o seu comentário

Skip to content