Foto por Espécies Invasoras em Portugal | Facebook

A semana que está a decorrer desde dia 10 pela primeira vez em Portugal, organizada pela Plataforma INVASORAS.PT, alerta para os graves riscos associados à disseminação de espécies invasoras em Portugal.

No âmbito desta iniciativa, estão a ser organizadas, em todo o território nacional, ações diversificadas sobre espécies exóticas invasoras em Portugal. A participação nestas iniciativas é aberta à comunidade, mediante inscrição.

“As espécies invasoras são uma das principais ameaças à biodiversidade a nível global, além de promoverem outros impactos significativos a nível ambiental, assim como a nível socioeconómico”, segundo informação da Palombar, uma das entidades que se encontra a implementar uma ação. “Todos podemos contribuir para combater esta ameaça ambiental!”, desafiam.

 

O mapa, já com mais de 120 iniciativas, está em constante atualização. Até ao momento no interior ainda irão decorrer as seguintes:

Acção de controlo de lagostins invasores no Parque Natural de Montesinho
Promovida pelo Instituto Politécnico de Bragança (Bragança)

Remoção de Cana-comum na Ribeira da Vilariça
Promovida pela Palombar (Torre de Moncorvo)

Acção de sensibilização/formação “Plantas Invasoras”
Promovida pelo Centro Ciência Viva da Floresta (Proença-a-Nova)

Mapeamento de espécies invasoras “As plantas nativas, exóticas e invasoras em Figueira de Castelo Rodrigo”
Promovida pela Plataforma de Ciência Aberta (Figueira de Castelo Rodrigo)

Crónica sobre espécies invasoras para o jornal
Associação Plantar Uma Árvore (Vila Pouca de Aguiar)

Acção de sensibilização/formação “Plantas Invasoras em Portugal”
Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (Vila Real)

Acção de sensibilização/formação  “Escamas, pinças e pele nua: Um conto sobre as espécies invasoras com anfíbios e répteis”
APH – Associação Portuguesa de Herpetologia (online)

Deixe o seu comentário

Skip to content