Foto por Mondo Bizarre Magazine | Facebook

A aldeia de Frádigas, na freguesia de Vide e Cabeça, foi escolhida para a criação de um catálogo poético de instalações/performances musicais, sonoras, arquitectónicas e visuais, por Luís J Martins e Joana Sá.

Luís J Martins (que integrou projectos como Deolinda, Almost a Song, Powertrio e Turbamulta) e Joana Sá (pianista, compositora e investigadora) escolheram a aldeia da Serra da Estrela, a que estão ligados afectivamente, para desenvolver o projeto artístico multidisciplinar, segundo notícia do jornal A Guarda.

O “à escuta: catálogo poético” parte de uma noção singular de escuta e das relações de ressonância entre paisagem, comunidade local, artistas, comunidade científica e movimentos cívicos da região. O projecto propõe uma reflexão sobre os problemas que este território do interior enfrenta, como a desertificação, a exposição às alterações climáticas, e os fogos florestais.

“Ao longo do projecto serão recolhidas, gravadas, traçadas, coleccionadas em mapas, cadernos, cartões e cartazes que serão distribuídos, manipulados e trabalhados por cada interveniente da comunidade local e comunidade científica, diversas vozes e perspectivas multidisciplinares sobre a aldeia e o Parque Natural da Serra da Estrela”, explicou Luís J Martins ao Jornal A Guarda.

A primeira fase do projeto, de pesquisa, recolha e criação, está a decorrer desde janeiro, até 29 de junho. Esta é a fase mais longa e terá lugar, sobretudo, na própria aldeia de Frádigas, contando ainda com ações específicas em Vide e Seia.

Na segunda fase, o workshop Camposaz construirá instalações baseadas nas criações desenvolvidas por Luís J Martins e Joana Sá. Por fim, na última fase, de 9 a 12 de julho, o catálogo poético será apresentado enquanto um conjunto de atividades desenvolvidas na aldeia de Frádigas e na sua envolvente.

A iniciativa artística tem como parceiros a Liga dos Amigos de Frádigas, Câmara Municipal de Seia, CISE – Centro de Interpretação da Serra da estrela, Estrela Geopark, União das freguesias Vide e Cabeça, Aldeias de Montanha, Movimento Estrela Viva, Miso Music Portugal, Conservatório de Música de Seia, Casa do Povo de Vide, Camposaz,  Rothoblaas, Atelier São Vicente, e PontoZurca. Conta com um apoio pontual da DGArtes, Ministério da Cultura.

Deixe o seu comentário

Skip to content