Amanhã Seia diz “NÃO ÀS MINAS! SIM À VIDA!”

Estão marcados protestos contra a mineração, para dia 28, em vários pontos do país. Há ações previstas em Lisboa, Coimbra, Porto, Seia, Montemor-o-Novo, Oliveira do Hospital e Caldas da Rainha.

A página (Facebook, Instagram e Twitter) Minas Não convoca a que sejam organizadas ações um pouco por todo o país, sugerindo que se pendurem faixas, organizem manifestações, protestos, bloqueios de estradas, conversas, sessões de esclarecimento, etc., “para afirmarmos numa só voz: NÃO ÀS MINAS! SIM À VIDA!”

Segundo a organização, “Portugal está a saque! Somos alvo do maior e mais feroz ataque por parte de interesses que procuram destruir as nossas serras e os modos de vida das pessoas que vivem, trabalham e cuidam da terra. Neste momento, temos 1/4 do  território nacional entregue à ganância internacional, entre contratos de exploração, de prospeção e pedidos de pesquisa para recursos minerais.”

“Sabemos que os danos causados por estes ecocídios não afetarão apenas as populações locais, pois os efeitos da mineração impactarão as bacias hidrográficas, os recursos hídricos, os solos e a qualidade do ar em todo o país”, pode ainda ler-se na convocatória que defende que progresso não pode ser sinónimo de destruição.

Ações previstas, até ao momento, para esta sexta-feira, dia 28 de janeiro:

  • Lisboa (Praça Luís de Camões, 18h)
  • Coimbra (Praça 8 de Maio, 17h)
  • Porto (Avenida dos Aliados, 16h)
  • Seia (Câmara Municipal, 14h)
  • Montemor-o-Novo  (Câmara Municipal, 16h)
  • Oliveira do Hospital (Largo do Leque, 16h30)
  • Caldas da Rainha
Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Recolha de Assinaturas Contra a Exploração Mineira
Ler Mais

Recolha de assinaturas promovida em Viseu alerta para as novas minas na região

O Movimento ContraMineração Beira Serra, a Associação Olho Vivo e a AZU - Associação Ambiente em Zonas Uraníferas estiveram esta manhã (9 de novembro), na Feira Semanal de Viseu, a recolher assinaturas para travar a intenção do Governo em avançar com a exploração mineira, de lítio e de outros minerais, na região.
Skip to content