Foto por Associação Cultural da Beira Interior | Facebook

O projeto “Andante” do Coro Misto da Beira Interior, com sede na Covilhã, vai levar o grupo a atuar nas ruas das aldeias da região, atenuando o isolamento provocado pela covid-19.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o Coro Misto, com direção artística do maestro Luís Cipriano explica que o projeto “Andante” consiste em levar a música até às ruas das aldeias, permitindo que os seus habitantes assistam a pequenos concertos sem violarem o distanciamento físico exigido face à pandemia covid-19.

A primeira ação do projeto já teve lugar na freguesia de Sobral de S. Miguel, no concelho da Covilhã, consistindo em sete pequenos concertos. Será repetida noutras aldeias da Beira Interior. O maestro detalha: “foram sete pequenos concertos pelas principais ruas, onde o coro estava dividido em dois grupos, pelo facto de as ruas serem de pequena dimensão e haver o cumprimento das regras de distanciamento”.

Este grupo é um dos produtos da Associação Cultural da Beira Interior, que tem como principal objetivo contribuir para o desenvolvimento cultural de toda a região do interior de Portugal. A maioria dos seus projectos têm incidência na área musical, como a Escolinha do Zéthoven, o Coro Infantil da Beira Interior, o Grupo de Percussão da Beira Interior, a Orquestra Clássica da Beira Interior e o Coro Misto, que regressa aos ensaios esta semana.

Deixe o seu comentário

Skip to content