O Grupo Municipal do BE da Guarda solicitou ontem à Presidente da Assembleia Municipal da Guarda, que envie ao Presidente da Câmara Municipal um requerimento do BE, onde é proposto um programa online para as comemorações do 25 de abril. É ainda lançado o repto à Presidente da Assembleia que se associe às propostas do Bloco.

O Bloco considera que a crise pandémica, sanitária, social e económica atual trouxe novos desafios para os vários intervenientes do espaço público, como as famílias e a sociedade civil, mas também ao poder governativo, central e local. 

Relembram que este ano se comemoram os 46 anos do fim da ditadura do Estado Novo em Portugal, “e dado o período pandémico em que estamos a viver, parece-nos ser justo que esta tão relevante data para a nossa democracia mereça ser assinala, mesmo que para isso se adapte o formato da comemoração.

Posto isto, o Bloco propõe que o município que aceite as seguintes atividades para assinalar o 25 de abril. O Bloco sugere que devia ser solicitado aos Grupos Municipais representados na Assembleia Municipal da Guarda, Presidente da Câmara e Presidente da Assembleia Municipal um vídeo da responsabilidade dos próprios com um “discurso/mensagem”. Sugerem ainda que os vídeos sejam divulgados pela autarquia e enviados à Comunicação social.

Propõem ainda que seja promovido um Festival Online “25 de Abril Sempre”, com recurso a bandas locais que queiram participar nesta comemoração. “A autarquia teria a responsabilidade de criar as condições técnicas necessárias, podendo ter como palco a sala António Almeida Santos, nos Paços do Concelho. Entendemos que a ser seguido este modelo a autarquia guardense teria um custo financeiro muito reduzido e as bandas da região, os partidos políticos, o executivo camarário e todos os guardenses, teriam oportunidade de se associarem a uma comemoração que deve ser de todos e para todos.”

 

Escrito por JL

Deixe o seu comentário

Skip to content