Foto por Vitor Oliveira | Flickr

O busto do médico-escritor-jornalista Campos Monteiro foi retirado do seu local, na zona do castelo de Moncorvo. Na vila e redes sociais os moncorvenses insurgem-se contra a decisão.

O busto de Campos Monteiro (1876-1933), natural de Torre de Moncorvo, foi inaugurado há 82 anos, na zona do castelo, em frente aos paços do Concelho. A remoção da escultura paga pela população como forma de agradecimento ao escritor pela dedicação à terra, levou a que o Movimento de Moncorvenses desafiasse o município a referendar o futuro da escultura.

Em declarações ao JN, João Marrana, membro do Movimento, que também reivindica que se referende a adesão à empresa multimunicipal Águas do Interior Norte, explica que “o busto faz parte da nossa memória coletiva e da nossa identidade, pelo que é natural que a população queira saber o que se passa”.

Em reunião de Câmara, segundo o JN, a vereadora informou que o busto tinha ido “para uma intervenção de restauro”, acrescentando ainda que com a criação do museu do castelo “teria que ser recolocado para que ficasse centrado no espaço ou noutro local da vila conforme projetos que irão ser apresentados sem data prevista”.

Deixe o seu comentário

Skip to content