Foto por Joni Ledo

O Canil Intermunicipal do Vale do Douro Norte é uma estrutura da responsabilidade de sete Concelhos do distrito de Vila Real (Vila Real, Santa Marta de Penaguião, Sabrosa, Peso da Régua, Murça e Mesão Frio). A degradação das instalações e a falta de qualidade dos serviços prestados tem sido alvo de denúncias continuadas.

O Bloco de Esquerda de Vila Real organizou esta segunda-feira uma “Cãocentração” para exigir soluções concretas para o Canil Intermunicipal do Vale do Douro Norte. A ação que aconteceu em frente à sede da Associação de Municípios do Vale do Douro Norte, contou com a presença da cabeça de lista do Bloco de Esquerda à Assembleia da República pelo círculo eleitoral de Vila Real, Mariana Falcato Simões, e juntou mais de vinte pessoas, e seus cães, muitos deles adotados no Canil.

A candidata refere que nas várias visitas ao canil nos últimos anos, as condições que se encontram são cada vez mais deficitárias e o bem estar animal está cada vez mais posto em causa. “A lei 27/2016 prevê a criação da Rede de Centros de Recolha Oficias e proíbe o abate dos animais errantes como controlo populacional. Não existem campanhas de esterilização por parte do canil, o que significa que o número de animais errantes poderá continuar a aumentar até a situação ser insustentável. Esta situação fará com que a população de animais errantes aumente, com o risco de surgirem matilhas que põem a segurança das populações em causa”.

Mariana Falcato Simões relembra que existe neste momento no canil um surto de esgana, um caso grave de saúde e que põe em risco de vida a população de animais existente no canil. “Neste momento este problema não é apenas um problema para o canil e para os animais, é também uma questão de saúde pública. Exigimos a estes municípios medidas urgentes para que a situação dos animais no canil não continue a degradar-se como têm vindo a acontecer há uns anos a esta parte.”

Vários voluntários de diferentes Associações de Proteção Animal também marcaram presença. Helena Gomes, da Plataforma ProAnimal, afirmou que estão disponíveis para trabalhar em parceria com o Canil, mas que não é possível fazer mais do que já fazem, quando têm pedidos de ajuda até por parte das Juntas de Freguesia, Câmaras Municipais, SEPNA, por termos um Canil inoperante.

A candidata lembrou que o Bloco de Esquerda propõe que estas Associações sejam incluídas na Lei do Mecenato, mas que a possibilidade de acederem a outras formas de financiamento não pode servir para continuarem a resolver estes problemas que na verdade são da responsabilidade dos Municípios.

(Escrito por JL)

Deixe o seu comentário

Skip to content