Catarina Martins em Celorico da Beira e Guarda

A Coordenadora Nacional do Bloco, Catarina Martins, vai visitar a Feira do Queijo de Celorico da Beira e inaugurar o novo espaço do partido na cidade da Guarda. Acontece no próximo domingo, dia 1 de Março.

Em nota de imprensa, a Comissão Coordenadora Distrital da Guarda do Bloco de Esquerda lembra que “o Bloco tem reforçado significativamente a sua presença e apoio por todo o país, tendo aumentado as suas votações em praticamente todo o território do interior”. 

Depois de um convite da coordenação distrital do partido, a Coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, vai visitar pelas 15h a Feira do Queijo de Celorico  da Beira. 

Logo de seguida “e porque não aceitamos o abandono a que as regiões de baixa densidade estão sujeitas, na Guarda, inauguramos a nova sede distrital que melhora as condições para receber e para o trabalho político do dia-a-dia”, informam os bloquistas. 

A inauguração será pelas 17:30h e vai contar também a presença da Coordenadora Nacional.

A nota de imprensa termina com um convite à participação que “contará com um convívio musical e lanche”. A morada da nova sede distrital é a “Avenida Cidade de Watterbury, Lote 11 R/C Esq – Guarda”.

Relembramos que a Coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda, no dia 2 de Março, continuará a dedicar o dia ao interior do país, ao participar em Belmonte, no Agrupamento de Escolas, no Projeto “À descoberta das personalidades nacionais”, a convite do próprio Centro Escolar, por volta das 11h. 

 

(Escrito por DG)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Mariana Mortágua, coordenadora do Bloco de Esquerda
Ler Mais

“É preciso romper com as políticas da maioria absoluta”

Mariana Mortágua realçou que “a promessa de continuidade com as políticas da maioria absoluta” por parte de Pedro Nuno Santos “é um erro, e é uma desilusão face a quem esperava uma mudança”. Bloco apresenta o seu programa eleitoral “com medidas para virar a página”. (Artigo Esquerda.net)
Skip to content