Devido a uma derrocada de pedras ao quilómetro 115 da linha do Douro, a circulação ferroviária foi interrompida. O transporte das pessoas está a ser feito de autocarro entre as duas localidades.

Segundo a Rádio Ansiães, a Infraestruturas de Portugal (IP) já enviou uma equipa para o local, para que sejam analisados os impactos da queda de pedras na própria plataforma e apenas após esta análise haverá uma previsão de reabertura da linha do Douro à circulação, neste troço, entre o Pinhão e a Régua.

A derrocada ocorreu perto de Covelinhas, no concelho de Peso da Régua.

Deixe o seu comentário

Skip to content