A recente contratação de sete médicos para o sul do distrito de Viseu leva Comissão Coordenadora Distrital de Viseu do Bloco de Esquerda a dirigir-se ao Agrupamento de Centros de Saúde Dão Lafões com o intuito de saber onde serão colocados.

A notícia da contratação de sete clínicos para a região sul do distrito de Viseu foi difundida por agências noticiosas locais, não sendo conhecido até ao momento os serviços que serão reforçados por estes profissionais.

Preocupada com “o bem-estar e o acesso à saúde da população do interior”, a Comissão Coordenadora Distrital de Viseu do Bloco de Esquerda dirigiu uma carta ao Agrupamento de Centros de Saúde Dão Lafões no sentido de obter informações do local onde estes médicos serão colocados.

No documento enviado à ACES Dão Lafões, o Bloco dá como exemplo a localidade de São João de Areias “onde tem sido prometido um médico de família presente e não apenas em raros dias” e em que “foi assumido pela coordenação da USF Rio Dão que estas falências eram derivadas da falta de profissionais”.

Na carta enviada em que se pede especial atenção aos territórios e populações desfavorecidas pode ler-se ainda que “em localidades como esta, a população é já resistente para não abandonar um interior ao qual têm tirado serviços e dignidade, mas é impossível permitir que fiquem sem o médico de proximidade, o médico de família essencial. Com uma população cada vez mais envelhecida, os cuidados de saúde deviam ser aprimorados e não reduzidos”.

(Escrito por MFS)

Deixe o seu comentário

Skip to content