“Compras suspensas” é uma iniciativa que quer ajudar quem atualmente atravessa tempos difíceis, provocados pela perda de rendimentos ou até mesmo do emprego, “fatores que empurraram muitas pessoas para situações financeiramente complicadas nas últimas semanas”, refere o grupo de voluntários “Vais Passar”, da Covilhã.

À semelhança do que acontece já noutros países, com o café suspenso, uma iniciativa que nasceu em Itália, onde quem pode deixa um café pago para quem não o possa pagar. O grupo de apoio diz que “com as compras suspensas, o princípio é o mesmo. O montante que fica suspenso é entregue em compras a quem dele necessite”. 

O grupo Vai Passar, com sede na Covilhã, explica que “as compras suspensas consistem em deixar um valor creditado num negócio local (teremos em breve a lista disponível). Esse valor será depois atribuído a pessoas que estejam neste momento em dificuldades, dando a oportunidade ao destinatário de decidir adquirir o que necessita”. 

A rede de comércio local na cidade covilhanense é constituída por mercearias, talhos, frutarias, minimercados. “Desta forma não só ajudamos quem precisa, mas apoiamos também o comércio tradicional”, refere o movimento.

Vai Passar – Grupo de Apoio | Facebook, podem aceder aqui.

(Escrito por DG)

Deixe o seu comentário

Skip to content