Concentrações Feministas em Vila Real e Viseu apesar do frio e chuva

Apesar do frio de alguma chuva, em Viseu e Vila Real realizaram-se concentrações feministas no âmbito da convocatória da Rede 8 de Março e da Greve Feminista Internacional.

Em Viseu a concentração, que também contou com momentos culturais, lanche partilhado e microfone aberto, foi no Jardim Tomás Ribeiro e teve a organização da Plataforma Já Marchavas (núcleo de Viseu da Rede 8 Março) e apoio da UMAR – União das Mulheres Alternativa e Resposta de Viseu, Olho Vivo Viseu, Greve Climática Viseu, SOS Racismo, Rumos Novos – Católicas e Católicos LGBTQ, Bloco de Esquerda, Pessoas Animais e Natureza Viseu e Juventude Socialista Viseu.

Publicado por Plataforma Já Marchavas em Domingo, 8 de março de 2020

Em Vila Real, a concentração foi no Largo do Pelourinho, organizado pelo Núcleo de Vila Real da Rede 8 de Março e contou o apoio da Catarse – Movimento Social e do Bloco de Esquerda. A concentração teve microfone aberto e viu o Pelourinho coberto de cartazes onde, entre os demais, pudemos ler “Somos as netas das bruxas que não conseguiram queimar”.

Hoje Vila Real esteve no mapa da Greve Feminista Internacional ✊

Hoje Vila Real esteve no mapa da Greve Feminista Internacional ✊

Publicado por Rede 8 de Março.VILA REAL em Domingo, 8 de março de 2020

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Miranda
Ler Mais

Terra de Miranda: “A EDP tem de pagar a sua dívida a este povo”

Três anos depois do negócio da venda das barragens do Douro, o Estado ainda não cobrou impostos à EDP. Mariana Mortágua esteve na Assembleia Municipal de Miranda do Douro e desafiou os restantes partidos a assumirem o compromisso em defesa desta população.
Skip to content