CTT: Trabalhadores em greve por aumentos salariais e contra degradação do serviço

Os trabalhadores dos CTT estão hoje em greve acusando a administração da empresa de estar a destruir o serviço, por isso exigem também a criação de mais postos de trabalho. 
Trabalhador dos CTT. Foto de Paulete Matos.

Os trabalhadores dos CTT estão hoje em greve acusando a administração da empresa de estar a destruir o serviço, por isso exigem também a criação de mais postos de trabalho. 

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT) e a Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações (Fectrans), que convocaram a greve de hoje dos trabalhadores dos CTT, exigem melhores salários e alertam contra a degradação do serviço prestado à população, segundo a Lusa. 

Os trabalhadores acusam a administração da empresa de estar a destruir os CTT e pedem que sejam criados mais postos de trabalho, “fundamental para prestar um serviço de qualidade”.

Além dos “salários justos e dignos” e da “admissão de trabalhadores efetivos”, esta paralisação também tem como objetivo reclamar a “alteração do modelo organizacional em todos os setores da empresa”. A Fectrans exige a renacionalização urgente dos CTT. 

João Bento, presidente executivo dos CTT, considerou que a greve convocada tem “uma motivação exclusivamente política” e não terá “perturbações de natureza alguma”.

Os trabalhadores dos CTT já tinham realizado uma greve há um ano em defesa de aumentos salariais e do reforço do pessoal para o serviço postal, distribuição e chefes de estação. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados
Pessoas ao telemóvel
Ler Mais

Mais de metade de Vinhais não tem acesso à internet móvel

A ANACOM revelou ontem os resultados de um diagnóstico que conclui que no interior a cobertura de rede é muito deficitária. O pior caso é Vinhais, onde mais de metade do concelho não tem cobertura de internet móvel e um terço não tem rede de voz.
Skip to content