Segundo denúncia do local Paulo Fernandes, ontem, dia 7 de setembro, trabalhadores da União de Freguesias de Carvalhais e Candal, no concelho de S.Pedro do Sul, realizaram um “depósito de material altamente combustível” entre Candal e Covelo de Paivó.

O material, constituído por “restos de giestas secas”, proveniente da “limpeza das bermas efetuadas nos dias antecedentes”, terá sido transportado num trator e depositado “num caminho florestal que liga a aldeia do Candal a Covelo de Paivó”.

Paulo Fernandes conta que os restos “foram deixados na berma do referido caminho por trabalhadores da Junta”, mas desconhece se o ato foi feito com conhecimento do Presidente.

Preocupado com o que considera “um atentado e um potencial para a ignição de um incêndio nesta Zona Rural”, Paulo Fernandes irá “participar o episódio ao Comando do Núcleo de Proteção Ambiental de Viseu”.

Fotos por Paulo Fernandes

Deixe o seu comentário

Skip to content