A perda constante de população no distrito de Bragança e mais concretamente no Concelho de Macedo de Cavaleiros, bem como o abandono territorial causado pela emigração e envelhecimento da população têm aumentado a área agrícola e florestal não cultivada. O período de seca que se avizinha também é um dos fatores que pode aumentar exponencialmente o risco de incêndio, o que exige aos Bombeiros e restante proteção civil um esforço crescente, tanto na prevenção como no combate aos incêndios quando se concretizam.
Foi neste âmbito que o candidato do Bloco de Esquerda ao Parlamento Europeu, Pedro Oliveira, visitou esta quinta-feira a Corporação de Bombeiros de Macedo de Cavaleiros.
O Comandante dos Bombeiros de Macedo considera que parte da formação do curso dos Bombeiros possa ser feita no terreno e a falta de fixação posterior dos jovens na região dificultam o recrutamento de profissionais. Refere também que o financiamento do Poder Central para os bombeiros é insuficiente e que o financiamento Concelhio devia ser fixo, não dependendo dos responsáveis políticos que estão no poder e da sua boa vontade.
Pedro Oliveira considera que “é imperativo aumentar as equipas de prevenção no terreno, mesmo nas épocas de baixo risco” e “que a falta de creditação do curso ao longo de 3 anos, faz com que a taxa de desistência, a meio do curso, aumente e leva a uma menor afluência ao curso”.

(Escrito por JL)

Deixe o seu comentário

Skip to content