A denúncia é feita pelo Núcleo Concelhio do Fundão do Bloco de Esquerda, que já garantiu com a Junta de Freguesia que o problema iria ser resolvido até ao final do ano. O valor da construção da ETAR foi de quase 1 milhão de euros, mas a sua maioria foi com recurso a fundos comunitários.

O Bloco recorda que esta ETAR com 10 anos teve um custo de 981.372 euros, dos quais 834.166 euros foram recebidos através de fundos comunitários do FEDER, mas que “mesmo com as condutas de saneamento feitas até às habitações da freguesia, em 70% do território, não estão ligadas às mesmas o que representa um investimento feito para nada”.

O Núcleo Concelhio do Fundão do Bloco de Esquerda visitou esta Estação de Tratamento de Águas Residuais onde “comprovou que a infraestrutura está praticamente abandonada sem ter sido ainda sequer utilizada.”

O Bloco de Esquerda, mediante esta situação, solicitou à Junta de Freguesia dos Enxames uma reunião que decorreu no passado domingo, dia 25 de outubro.

Entre a visita do Bloco à ETAR e a reunião com a Junta de Freguesia, “andou pessoal da Câmara Municipal do Fundão e membros da Junta de Freguesia dos Enxames na ETAR, o que nos parece um bom sinal para a resolução do problema.”

O núcleo concelhio demonstrou também à Junta de Freguesia a sua preocupação relativamente à distribuição de água, que, segundo estes “sofre recorrentemente com sérios problemas de rebentamentos, pois são as condutas mais estreitas do que o normal”. 

Consideram ainda que a Aquália, empresa responsável pelo serviço, “mostra uma despreocupação que não serve, claramente, a população dos Enxames. Seria importante requalificar estas condutas e a empresa comprometer-se pelo alcatroamento das vias depois das condutas feitas.”

A Junta de Freguesia informou o Bloco de que o Município do Fundão se terá comprometido a terminar a obra da ETAR até ao fim do ano, o que fará com que a infraestrutura funcione, algo que segundo o Bloco nunca aconteceu. A Junta de Freguesia refere que o que falta é fazer a ligação às habitações.

Deixe o seu comentário

Skip to content