Foto por João Duarte

O Bloco de Esquerda visitou esta quarta-feira a Praia Fluvial da Congida, no âmbito de um périplo de visitas que o candidato à Assembleia da República, Pedro Oliveira, está a realizar pelo distrito. A praia fluvial da Congida situa-se na albufeira formada pela barragem de Saucelle, junto à fronteira com Espanha na margem do rio Douro.

Pedro Oliveira em visita à Praia da Congida | Foto por João Duarte

Pedro Oliveira considera que numa região cada vez mais despovoada, o turismo pode ser uma forma de fixar pessoas na região, através da criação de postos de trabalho permanentes, com uma aposta no turismo ao longo do ano, ao invés do trabalho sazonal. O candidato refere que o concelho de Freixo de Espada à Cinta é o mais despovoado do distrito de Bragança. Para isto, muito contribui o facto de não existir ferrovia e de os acessos do IC5 a Freixo não terem as condições desejáveis.

Praia da Congida | Foto por João Duarte

O candidato afirma que “a área envolvente desta praia fluvial é magnífica, mas denota-se falta de investimento, bem como a concessão de um espaço público a privados. Se não existir uma ideia integrada no distrito, ou até na região, continuará o turismo a servir apenas os interesses de alguns grupos de pessoas que usam o território apenas para a exploração dos recursos, ao invés dos interesses daqueles que habitam os territórios.” Refere ainda que, apesar do aumento significativo do turismo em Portugal, as regiões do interior em nada saem beneficiadas desse crescimento. Apenas 4% dos proveitos com o turismo ficam na região. Torna-se assim evidente que a estratégia para o desenvolvimento regional sustentável, sobretudo na área do turismo, não está a produzir os efeitos necessários para a região, com o propósito do combate às assimetrias regionais.

“A região não pode ficar refém da distribuição orçamental do Turismo Porto e Norte, que apenas tem favorecido as regiões litorais. Defendemos um orçamento próprio para a região para que se invista efetivamente no turismo no distrito de Bragança. Precisamos de mais equipamentos turísticos e investimento nos equipamentos já existentes.”
(Escrito por JL)

Deixe o seu comentário

Skip to content