Foto de Festas do Concelho - Carregal do Sal | Facebook

O Núcleo Concelhio de Carregal do Sal do Bloco de Esquerda analisou pormenorizadamente o balanço das receitas e despesas das Festas do Concelho de Carregal do Sal – 2019, que contam com um défice de mais de 120 mil euros. Dentro da área de intervenção da CIM Viseu Dão-Lafões é o concelho que mais prejuízo teve com as festas municipais.

A recente mudança organizacional das Festas do Concelho de Carregal do Sal para a Câmara Municipal deu novo fôlego a um evento que ano após ano estava a perder qualidade programática e organizacional, levando a números cada vez mais baixos de afluência.

Porém, após análise cuidada dos resultados financeiros deste evento, e dado o valor do prejuízo, o Bloco traz a público algumas questões relativas a “este tipo de eventos, com este formato, que em termos económicos é desfavorável para o orçamento municipal”.

Da análise ao documento o Bloco levanta várias questões pertinentes, começando desde logo por apontar o facto de “o défice poder ser ainda maior pois contabiliza um IVA de 30 mil euros como receita e até refere recuperável, o que indica algo incerto”. Questiona também as opções de pagar “quase 12 mil euros em dormidas e refeições o que consideramos bastante bastante excessivo”, e chama a atenção para “o aluguer do espaço para divertimentos e street food que não gerou rendimento para cobrir estas despesas” nem a venda de bilhetes ter sido suficiente para pagar o cartaz das Festas do Concelho.

Para o Núcleo Concelhio de Carregal do Sal do Bloco de Esquerda “o investimento das Festas poderia ser feito de forma mais racional, libertando verbas para obras e medidas com impacto social na qualidade de vida de pessoas” caminhando para um modelo mais económico destes eventos e que envolva o tecido cultural e social do concelho.

(Escrito por MFS)

Deixe o seu comentário

Skip to content