Foto de Gustavo Garcetti

A Plataforma Já Marchavas associou-se ao manifesto nacional das iniciativas “#ForaGenocida | Em defesa da vida no Brasil”, que começaram no 1.º de abril e têm continuidade hoje, dia 21, feriado de Tiradentes no Brasil. A Plataforma Já Marchavas realizou durante a noite de ontem em Viseu colagem de cartazes relativos à iniciativa.

Manifesto completo:

O dia 1º de Abril de 1964 entra na história do Brasil como um dia de infâmia. Implementou-se o  golpe civil-militar que lançou o país a longos 21 anos de Ditadura Militar. Das profundas feridas  deixadas por esse período, surgiram e alimentaram-se figuras como a de Jair Bolsonaro. Capitão  de artilharia, não aceitando a volta à democracia, planejava a realização de atentados que  pudessem justificar o prolongamento do regime castrense. Submetido a processo disciplinar  dentro do Exército, constatou-se que o então capitão mentiu durante o procedimento e  concluiu-se que Bolsonaro era uma figura com “desvio grave de personalidade e uma  deformação profissional”.  

Deputado federal por mais de duas décadas, construiu sua carreira sob mentiras e sob mentiras  foi alçado à condição de presidente da república. Com diversos casos de corrupção no seu  entorno, pregava a honestidade. Com reiteradas e inaceitáveis críticas à democracia, elegia-se.  Com a defesa da ordem, promovia e protegia milicianos, os quais, inclusive, são os principais  envolvidos no assassinato de Marielle Franco. A hipocrisia, uma variante da mentira, marca a  sua vida política e sua personalidade.  

Como presidente, buscou enfrentar uma das maiores pandemias da história da humanidade  com soluções milagrosas, negando a ciência e eximindo-se de liderar um esforço nacional pela  vida. Abraça a mentira e a morte em movimentos desesperados para garantir sua sobrevivência  política, que também é a sobrevivência de sua família. Seu desgoverno vem promovendo um  genocídio, sobretudo das pessoas mais pobres. Seu ceticismo com a democracia enfraquece o  esforço feito por populações e governos que tenham vínculos diretos com seu governo. A  mentira, que promove diuturnamente, já coloca em risco o esforço mundial para pôr fim à  pandemia.  

Por ser um mentiroso compulsivo e um enaltecedor da morte, Bolsonaro provoca um genocídio  e lança em ainda maior insegurança toda a população mundial. Com uma média móvel de óbitos  de quase 4.000, a cifra absurda de mais de 300.000 vidas perdidas e famílias destruídas será  apenas uma das marcas macabras que seu governo irá alcançar. Por isso e para que a infâmia  tenha fim, nesse dia 1⁰ de Abril, nós, brasileiros e portugueses, conclamamos a todos para o  #forabolsonarogenocida.

Foto de Gustavo Garcetti

Foto de Gustavo Garcetti

Deixe o seu comentário

Skip to content