Viseu: Manuela Antunes encabeça a lista do Bloco às próximas Legislativas

A professora de Educação Física foi candidata à Câmara Municipal de Viseu nas últimas autárquicas. Seguem-na Manuel Coelho, trabalhador da CP na Linha do Douro, e Inês Coelho, técnica de apoio à vítima, natural de Mangualde. 
Manuela Antunes, cabeça de lista Bloco Distrito de Viseu

A professora de Educação Física foi candidata à Câmara Municipal de Viseu nas últimas autárquicas. Seguem-na Manuel Coelho, trabalhador da CP na Linha do Douro, e Inês Coelho, técnica de apoio à vítima, natural de Mangualde. 

O Bloco de Esquerda anunciou os primeiros nomes da lista às Legislativas pelo círculo eleitoral de Viseu, que foram aprovados, este domingo, pela Mesa Nacional sob proposta da Assembleia Distrital bloquista. 

Numa nota enviada à imprensa, a distrital do Bloco informa que “a Mesa Nacional do Bloco de Esquerda aprovou Maria Manuela Coelho Antunes para encabeçar a lista do distrito de Viseu”, acrescentando que “em segundo lugar estará Manuel Coelho, de Tarouca, e em terceiro a independente Inês Coelho, de Mangualde”. 

Manuela Antunes, 1ª candidata do Bloco por Viseu

Manuela Antunes: “Não queremos trabalho precário!” 

Manuela Antunes é professora de Educação Física há 31 anos na E.B. Dr. Azeredo Perdigão, tendo um Mestrado em Desporto e Atividade Física e uma Pós-Graduação em Teatro Aplicado. 

A candidata é ainda “membro dos corpos gerentes do SPRC – Sindicato de Professores da Região Centro e membro da Assembleia Geral da Associação de Professores de Educação Física – APEF Viseu”. 

Como ativista política “foi membro da Comissão Distrital de Viseu do Bloco de Esquerda e em 2012/2013 exerceu funções de deputada municipal” e “de deputada na Assembleia de Freguesia de Viseu pelo mesmo partido de 2017 a 2021 e candidata à Câmara Municipal de Viseu nas eleições autárquicas de 2013 e 2021”. 

Manuela Antunes refere que encabeça “uma lista plural que reúne pessoas de vários setores de atividade profissional de todo o distrito que querem fazer a diferença, que se comprometem a apresentar e defender propostas concretas”. 

Manuel Coelho, 2º candidato

Manuel Coelho: “Necessidade da viragem à Esquerda” 

Manuel Coelho tem 49 anos e é natural de Tarouca, sendo o segundo da lista do Bloco. É Operador de Revisão na empresa CP desde 1995, pertencendo ao Posto de Revisão da Régua (Linha do Douro) desde 2000. 

Atualmente, “faz parte da Comissão Distrital do Bloco de Esquerda em Viseu, e membro do núcleo Douro Sul do mesmo partido”. 

O candidato afirma que “aceitei o convite para integrar esta lista com o intuito de contribuir para esclarecer o distrito de Viseu da necessidade da viragem à Esquerda para aprofundarmos as políticas sociais, nomeadamente para termos um SNS que sirva o distrito, uma política ambiental virada para a urgência climática, da necessidade de uma política de transporte público que sirva todas as populações”.  

Inês Coelho: “Erradicar as desigualdades e discriminações”

A terceira candidata é Inês Coelho, de 31 anos e concorre como independente. Natural de Mangualde, é licenciada em Direito, Mestre em Direito Internacional e Relações Internacionais e conta com uma Pós-Graduação em Ciências Forenses, Investigação Criminal e Comportamento Desviante. 

Na atualidade, “exerce funções como jurista, Técnica de Apoio à Vítima, formadora e consultora na área jurídica numa empresa do setor privado nos concelhos de São Pedro do Sul, Penalva do Castelo e Viseu”. É ainda ativista e dirigente da UMAR e ativista na Plataforma Já Marchavas. 

Sublinha que “integro esta candidatura porque o Bloco de Esquerda é o único partido em Portugal cujas lutas e compromissos são interseccionais e no qual todas e todos contam. Erradicar as desigualdades e discriminações, salvar o SNS, proteger os trabalhadores e as trabalhadoras da precariedade, lutar pela igualdade, inclusão e justiça social é o que me faz dar a cara por este projeto”. 

Inês Coelho, 3ª candidata
Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Ler Mais

“Temos de dizer basta”

Foto de União de Sindicatos de Castelo Branco | Facebook Sérgio Santos, coordenador da União de Sindicatos de…
Skip to content