Na última reunião do Conselho Municipal da Juventude do Fundão, Pedro Filipe, representante do Bloco, falou ainda da necessidade de criar uma linha de apoio psicológico para os jovens do concelho. 

O Conselho Municipal da Juventude do Fundão reuniu na passada segunda-feira, 22 de março, e foram abordados vários temas: Desde a situação pandémica até ao Orçamento Participativo Jovem. 

O representante do Bloco de Esquerda no órgão consultivo, Pedro Filipe, começou por questionar sobre o ponto de situação do desconfinamento nas escolas e pela previsão de abertura dos equipamentos públicos destinados ao desporto.

Relativamente ao Orçamento Participativo Jovem, a discussão não foi muito aprofundada e brevemente será enviada uma proposta de regulamento aos conselheiros. 

Para terminar, Pedro Filipe falou sobre a necessidade de criar uma linha de apoio psicológico destinada para os jovens, à semelhança do que foi proposto pelos bloquistas na Assembleia Municipal do Fundão, “tendo em conta o impacto negativo que a pandemia está a provocar nos jovens”. 

Pedro Filipe salientou a importância do desporto escolar nas camadas mais novas, portanto “o mesmo não deveria ser desvalorizado”, apontou. Afirmando que “é importante retomar o desporto escolar”, mal a situação pandémica o permita. 

“Muitos dos fundanenses ficaram privados de praticar as suas modalidades de eleição, devido também às limitações assistidas no desporto de formação, o que acabou por tornar esta população mais sedentária”, alertou. 

 

Fundão: Bloco defende plano de saúde mental para os jovens na Assembleia Municipal

Deixe o seu comentário

Skip to content